Invasion S01

Invasion é uma série exibida nos EUA em 2006. Fica o aviso de que o post contém spoilers, portanto não leiam para não estragar surpresas.

A série conta a história de uma pequena cidade dos EUA após a devastação causada por um furacão. Muitas pessoas acabam desaparecidas ou mortas, mas alguns sobrevivem milagrosamente por diversas horas na água. Este ”milagre” é instantaneamente atribuído às luzes vistas no céu no momento do furacão e posteriormente aos estranhos “peixes” que brilham na água. Este é apenas o ponto inicial de grandes mudanças que acontecem na cidade. Mudanças que parecem ser compreendidas somente por uma pessoa: o xerife Tom, que, apesar de mostrar mais conhecimento sobre o que houve do que o restante da população se recusa a explicar até mesmo para sua esposa Mariel, uma das sobreviventes. Com o passar dos episódios, descobrimos que estes “peixes” matam as pessoas e as clonam, mantendo suas lembranças, mas tornando-as diferentes. Como exemplo, os clonados têm um corpo mais resistente, que se cura mais rápido, e conseguem manter-se embaixo d’água por muito mais tempo.

Russel, ex-marido de Mariel, e Dave, irmão de sua esposa Larkin, iniciam então uma investigação para descobrir o que são estes estranhos seres e quem está por trás de tudo. Descobrem que eventos parecidos já aconteceram em outros lugares ao redor do mundo, inclusive citando o Brasil como um dos locais que receberam estes estranhos seres após o primeiro furacão do país. Dave acredita desde o início no que ele chama de EBE, ou seja, Entidade Biológica Extra Terrestre.

Invasion é um seriado com uma idéia interessante, discutindo constantemente questões como evolução, vida extraterrestre e relacionamentos. Apesar de não deixar muito espaço para suspense e teorias sobre o que são as estranhas criaturas, a grande questão que não é respondida é: por que isso está acontecendo? Qual é o objetivo disso tudo? A questão não foi e não será respondida, já que a segunda temporada foi cancelada pelos produtores que alegaram pouco público para uma produção muito cara.

O ponto fraco do seriado fica nos efeitos visuais. Você consegue claramente perceber o uso das famosas telas azuis para projeção de ambientes, o que atrapalha o restante da cena já que os efeitos ruins chamam muito a atenção. Além disso, algumas vezes temos a impressão de estarmos assistindo uma novela. Explico: alguns elementos são incluídos de forma muito brusca na trama, sem nenhuma explicação. Parece que os personagens e os relacionamentos entre eles foram se moldando de acordo com a reação do público, o que acontece muito nos dramas e romances da Rede Globo. Por isso, a boa idéia inicial foi prejudicada, atrapalhando a avaliação da série.

Como já disse, a continuação foi cancelada, o que pode ter sido bom, já que o final deixa algumas questões em aberto para que os espectadores pensem e cheguem às suas próprias conclusões. Uma nova temporada poderia significar muita enrolação e tornar a série cansativa.


Leitores, mãos a obra. A Ilha de Lost é toda sua…
Thiago Barrionuevo

.
.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s