Band of Brothers (2001) – Avaliação

Finalizei a série assistindo ao DVD 6, que traz um documentário com os depoimentos dos veteranos. O que chama atenção no último DVD é a emoção dos ex-soldados ao contar suas perdas e vitórias, e como eles lembram com detalhes os acontecimentos. Ouvir e ver aqueles senhores falando, nos faz pensar no sofrimento que tiveram durante a guerra, deixando o conforto dos seus lares, suas famílias e perdendo seus amigos em cada nova batalha. Vale lembrar também daqueles que perderam seus membros e que tiveram que se adaptar a uma nova vida pós guerra.

Como já havia dito no post de Introdução à série, Band of Brothers foi adaptado do bestseller de Stephen E. Ambrose e apresenta a história da divisão de pára-quedistas do exército norte americano, mais precisamente da Companhia Easy. Iniciando pelo treinamento recebido pelos soldados, a série conta como a elite saltou na França, lutou durante as batalhas e rendeu o quartel general de Hitler. Com produção executiva de Steven Spielberg e Tom Hanks, baseada nas entrevistas dos sobreviventes, diários e cartas aos soldados, a produção relata as experiências dos homens que conheceram a coragem e o medo, sofreram incontáveis baixas e acabaram se tornando lendas.

Cada episódio é contado e/ou narrado por um personagem específico, e retrata a sua visão no momento dos acontecimentos. O estilo de filmagem é excepcional e faz com que o espectador se sinta no meio da batalha. Câmeras balançando durante a corrida de um soldado é comum de se ver. A fotografia do seriado é outro ponto a ser destacado. Muitas paisagens e ambientes recriados que nos levam de volta aos anos 40.

Band of Brothers não é somente um seriado de guerra, onde os soldados são heróis inabaláveis e destemidos. Ele nos mostra também o lado sensível de homens que sofreram para libertar as minorias étnicas das mãos do tirano Hitler. Os depoimentos dos veteranos e as expressões e sentimentos dos atores durante os pontos mais críticos da Campanha, nos faz refletir sobre o significado real  deste momento importante da história mundial. A descoberta dos campos de concentração pelos soldados Aliados é o ponto alto do lado emotivo da história. Ao ver as pessoas não-nazistas jogadas nos campos, mortas, desnutridas, adoecidas e sem nenhum cuidado, podemos  sentir a indignação e a revolta dos americanos, que alimentam os prisioneiros e dão os cuidados necessários. Assistindo a Band of Brothers eu entendi de onde vem o patriotismo dos americanos. A maioria dos soldados foram por decisão própria, como voluntários, para lutar na guerra e defender a europa da tirania dos Nazistas.

É uma SÉRIE OBRIGATÓRIA pra quem gosta de ação, estratégia, drama e principalmente, de história! Para saber mais sobre episódios, elenco, prêmios, clique aqui.

Leitores, mãos a obra. A Ilha de Lost é toda sua…
Thiago Barrionuevo

.
.
.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s