The Pacific (2010)


The Pacific é uma mini série de 10 episódios com produção executiva de Steven Spielberg e Tom Hanks, assim como Band of Brothers. A série foi baseada em depoimentos dos veteranos que entrentaram os japoneses durante a Segunda Guerra Mundial, e conta a história desde o primeiro combate violento com os japoneses nos matagais de Guadalcanal, passando pelas florestas tropicais de Cabo Gloucester, pelas barreiras de coral de Peleliu, as areias sangrentas de Iwo Jima e os campos de Okinawa, até ao triunfo e o regresso para casa.

Sempre na visão de 3 soldados, Eugene Sledge, Robert Leckie e John Basilone (interpretados, respectivamente, pelos desconhecidos mas excelentes Joseph Mazzello, James Badge Dale e Jon Seda), The Pacific tem foco nas sensações de cada soldado, na forma como cada um encara a guerra e a morte, nas sequelas que as condições precárias diárias e o sofrimento que a guerra deixa no psicológico de cada soldado.

Sem dúvida nenhuma The Pacific dá um show de imagens, mas peca em cenas noturnas, com pouca iluminação que não permite ao espectador entender muito bem o que está acontecendo na cena. Além disso, as cenas de pura ação e guerra são, por incrível que pareça,  raras… Como o foco maior é na emoção e nos sentimentos dos soldados, The Pacific utiliza grande tempo fora do campo de batalha. O estilo de filmagem usado em “O Resgate do Soldado Ryan” e em “Band of Brothers”, durante as cenas de ação e correria que nos faziam sentir a angústia, ouvir a respiração e ver o que os soldados viam é pouco utilizado, o que pra mim foi extremamente decepcionante.

De qualquer forma, The Pacific conta uma parte da história da Segunda Guerra pouco conhecida e mostra como cada parte encarava o conflito, com os japoneses kamikazes, usando civis, mulheres, bebês em emboscadas aos americanos, e o sentimento de inconformismo e ódio dos americanos com as atitudes japonesas. A história é bem contada, mas não é bem entrelaçada. Os episódios parecem jogados, sem uma ordem específica e sem conexão clara para que o espectador possa entender o caminho completo do batalhão.

Por estes motivos, minha avaliação da série é que Vale a pena assistir, mas não é uma obra de arte como foi Band of Brothers.

Esta é a minha opinião, deixem as suas…

Leitores, mãos a obra. A Ilha de Lost é toda sua…
Thiago Barrionuevo

.
.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s